Balanço das emissões e da captura de CO2 em estruturas de concreto em função do consumo e tipo de cimento

Emerson Felipe Felix, Edna Possan

Abstract


Apesar de a indústria cimenteira ser considerada uma das mais poluentes do setor, responsável por aproximadamente 5% das emissões mundiais de CO2, o concreto tem a potencialidade de absorver esse gás, através do processo de carbonatação, compensando em partes as emissões geradas na sua produção. Com o objetivo de analisar este processo, o presente estudo avalia as emissões e a captura de CO2 de concretos com consumos de 300 a 700 kg de cimento, produzidos com diferentes tipos de cimento Portland (CP II F, CP II E, CP II Z, CP III, CP IV e CP V). Por meio da modelagem matemática fez-se o balanço das emissões identificando o traço que apresenta boa resistência à carbonatação e maior absorção de CO2 durante o ciclo de vida do concreto. Os resultados apontam que concretos com consumo de cimento entre 380 e 420 kg/m³ e com maiores taxas de adições apresentam melhores balanços de emissões.



Please click here to visualize the most recent issue