Análise dos métodos de verificação de estruturas de concreto armado em situação de incêndio propostos pela NBR 15200

  • Fabrício Bolina
  • Benno Baques
  • Bernardo Fonseca Tutikian
  • João Paulo Rodrigues

Abstract

No Brasil, as estruturas de concreto armado projetadas com base na NBR 6118 [1] devem ser verificadas em situação de incêndio pela NBR 15200 [2]. Esta última propõe diferentes métodos de verificação. No caso de vigas, tem-se como alternativa o método tabular e o simplificado, entre outros. O objetivo deste trabalho foi propor uma análise comparativa entre ambos os métodos, por meio da aplicação de seus critérios em vigas isostáticas e hiperestáticas, de seção 20x50cm, projetadas à temperatura ambiente conforme a NBR 6118 [1]. A distribuição de temperatura nas seções foi obtida por programa computacional, o software Abaqus/CAE. Os resultados nos apontam que, no caso estudado, o método simplificado apresentou tempos de resistência ao fogo (TRF) superior em 75% dos casos, porém, com valores não maiores do que 30 minutos. Portanto, o método simplificado permitiu a otimização dos resultados, apesar do maior tempo necessário de projeto, se mostrando com uma alternativa válida para projetos e para integração com a NBR 14432 [3].
Published
Nov 23, 2018
How to Cite
BOLINA, Fabrício et al. Análise dos métodos de verificação de estruturas de concreto armado em situação de incêndio propostos pela NBR 15200. RIEM - IBRACON Structures and Materials Journal, [S.l.], v. 11, n. 6, nov. 2018. ISSN 1983-4195. Available at: <http://revistas.ibracon.org.br/index.php/riem/article/view/1285>. Date accessed: 15 feb. 2019.
Section
Artigos