Aderência aço-concreto: Simulação numérica dos ensaios de arrancamento pull-out e APULOT usando o programa ATENA

  • Monica Pinto Barbosa
  • Alysson José Tavares
  • Túlio Nogueira Bittencourt
  • Michel Lorrain

Abstract

A aderência entre o aço e o concreto é fundamental para a existência das estruturas de concreto armado, uma vez que os dois materiais atuam em conjunto para absorver os esforços solicitantes. O fenômeno da aderência é considerado complexo no que se refere aos vários fatores que o influenciam. Vários tipos de ensaios de aderência foram propostos ao longo dos anos. Um deles é a proposta modificada do ensaio de arrancamento denominado pull-out-test, que foi elaborada por Lorrain e Barbosa [1] denominado de ensaio APULOT. Baseados nos resultados experimentais obtidos por Vale Silva [2] quer seja para os ensaios pull-out convencionais, quer seja para o ensaio pull-out modificado, APULOT, procura-se conhecer o comportamento numérico da aderência aço-concreto através de uma simulação numérica utilizando um código de cálculo chamado ATENA que é baseado no Método dos Elementos Finitos (MEF). A simulação numérica permitiu melhor avaliar a fissuração e a distribuição de tensões que ocorre durante o ensaio de arrancamento, tornando-se com isso, uma ferramenta de apoio preciosa ao projeto experimental que visa à validação, validação parcial, ou não recomendação do ensaio de aderência aço-concreto modificado – Ensaio APULOT – como ensaio de controle de qualidade do concreto armado. Os resultados numéricos obtidos apresentaram boa representatividade quando comparados aos resultados experimentais.
Published
Feb 4, 2014
How to Cite
BARBOSA, Monica Pinto et al. Aderência aço-concreto: Simulação numérica dos ensaios de arrancamento pull-out e APULOT usando o programa ATENA. RIEM - IBRACON Structures and Materials Journal, [S.l.], v. 7, n. 1, feb. 2014. ISSN 1983-4195. Available at: <http://revistas.ibracon.org.br/index.php/riem/article/view/445>. Date accessed: 26 apr. 2019.
Section
Artigos